sábado, 20 de junho de 2009

Arte tumular há mais de um século no Rio Cerro II

Os pomeranos e alemães luteranos em Rio Cerro II, no final do século XIX receberam uma doação de terras, para edificar uma capela escola e cemitério. As terra doadas foram desmembradas da propriedade da família do Sr Wilhelm Weege e Bertha Weege.
Hoje, o cemitério de Rio Cerro II constitui-se uma das mais atrativas paisagens de arte tumular, na região Nordeste de Santa Catarina, aqui no Município de Jaraguá do Sul.
Em agosto de 2007, o técnico do Ministério da Cultura, o SR Fredrico Maya visitou esta região por sugestão minha. Na ocasião Maya avaliou e sugeriu-me o aproveitamento deste cemitério para o turismo. Porém, as autoridades do Governo de Jaraguá, ainda não despertaram para esta perspectiva, que na Europa (França),esse nicho temático é apreciado pelos turistas, que por lá circulam em busca de memória e identidade.
Esta modalidade de turismo cemiterial ou tumular, é raramente aproveitado ainda nos municípios brasileiros com este propósito.
Para refletir este contexto, segue a seguir uma imagem digital e um vídeo ilustrativo. Fique com esta atração:



Nenhum comentário:

Postar um comentário