sábado, 20 de junho de 2009

Associativismo cemiterial, desde os primórdios da colonização alemã e pomerana

( ?, Ivo Müller e Hilberto Strutz )
O associativismo tem sido desde os primórdios da colonização européia, uma forma comunitária para organizar a vida social, econômica e cultural dos cidadãos, coletivamente, em Jaraguá do Sul (SC).
A imagem mostra três cidadãos responsáveis pela administração e zelo, da "cidade dos mortos", em Rio Cerro II.
O assunto foi tão significativo que gerou uma entrevista em 20 de junho de 2009, sábado, às 11 horas e 30 minutos.
Os cidadãos são nativos e tem funções diferentes. O Sr (?) é auxiliar de coveiro, Ivo Müller, Presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (Paróquia) e Hilberto Strutz, coveiro por longos anos, naquela comunidade. Este último foi muito comunicativo e prestativo, respondendo as minhas indagações.
Eis as entrevistas:


Vídeo 1:



Vídeo 2:

Nenhum comentário:

Postar um comentário